terça-feira, fevereiro 15, 2005

Complexo de Direita

A Direita portuguesa sempre teve um problema no relacionamento com a juventude. Não sei se é o não tão lendário complexo de inferioridade intelectual perante a esquerda ou outra razão qualquer. O que é certo é que PSD e PP apenas se relacionam com os jovens pela via das juventudes partidárias. A esquerda, bem mais habilmente, patrocina e aplaude iniciativas culturais e sociais tendo os jovens como target preferencial.
Vem isto a propósito de um inquérito que o Blitz fez às cinco principais forças políticas, sobre política cultural (IVA, download de ficheiros, papel do Estado...) e algumas questões sociais que preocupam os jovens (droga, aborto, casamento...). O PSD respondeu que não tinha tempo e o PP confirmou que responderia mas não o enviou nada.
Fizeram mal. Primeiro, pela clara falta de colaboração e, até, de educação. Depois, porque desperdiçaram a oportunidade de falar para milhares de jovens e centenas de milhares de pessoas. Basta ver que o jornal tem uma tiragem de 20.000 exemplares. Nos liceus, cada número é lido por vários alunos – digamos 6 ou 7 – o que dá um universo de 120.000/140.000 jovens, que depois conversam sobre estas coisas. Se foram para casa e contarem aos pais, já temos quase um universo potencial de 300.000 pessoas a opinar sobre o assunto... Freitas do Amaral perdeu as eleições por 45.000 votos, lembram-se?
Dupont