sexta-feira, maio 13, 2005

O Bloco sob ataque

A edição de hoje do Público é particularmente nefasta para o Bloco de Esquerda. Primeiro, Miguel Sousa Tavares acusa o barnabé Daniel Oliveira de ser um "ayatollah" e que "faz pregação no Bloco de Esquerda - onde estão os evangelistas da política portuguesa". E, depois de alguma dissertação, acaba com esta conclusão: "E, com esta, é a terceira vez que vejo alguém ligado ao Bloco de Esquerda deturpar deliberadamente posições minhas, em matérias de que se julgam os guardiões da fé. Já são coincidências a mais. Suficientes para começar a achar que esta gente não é séria".
Umas páginas à frente, a propósito da candidatura de José Sá Fernandes, e de mais um diz-que-não-disse, o director do Público, José Manuel Fernandes, conclui: "A conclusão que daqui se retira é que dirigentes do BE enganaram o PÚBLICO e, por essa via, os seus leitores. Tal como surge consagrado no nosso Livro de Estilo, perante uma situação desta gravidade decidimos tornar públicas quais foram as fontes que afirmaram uma coisa e fizeram outra e só estas, embora para a notícia tenham sido ouvidos outros dirigentes do BE".
Ah, como era mais fácil se houvesse o habitual domínio da esquerda sobre os orgãos de Comunicação Social...
Dupont