terça-feira, janeiro 31, 2006

Altruísmo de cão

O DD informa que “Uma das principais marcas de comida para cão da Nova Zelândia ofereceu 42 toneladas de alimento para animais para o Quénia, onde a fome está a vitimar milhões de crianças”, acrescentando que o governo queniano terá recusado a doação.
A proprietária e fundadora da empresa doadora esclareceu que alimento em causa é muito nutriente, tem um sabor agradável, ela própria todas as manhãs come desses biscoitos e … fez a doação não como comida para cães, mas como suplemento nutricional.
Com tão lapidar explicação fico muito mais descansado.
General Alcazar