quarta-feira, fevereiro 15, 2006

150.000 novos empregos!


Durante a campanha eleitoral para as legislativas de 2005 muitas promessas se fizeram. Já sabíamos na altura que algumas não eram para cumprir.
No entanto, o actual primeiro-ministro, fez duas que ninguém há-de esquecer tão cedo: uma delas foi a descida dos impostos. E o iva subiu de 19 para 21%.
A outra promessa inesquecível foi a criação de 150.000 novos empregos. O desemprego tem subido como não há memória.
Ora vejam:
Desemprego sobe a pique em Janeiro.
O Governo tinha traçado como objectivo, quando iniciou funções, a criação de 150 mil novos postos de trabalho até ao final do seu mandato. No PEC, a projecção de criação de emprego já é bastante mais moderada, mas os primeiros erros na previsão mostram as dificuldades que se deverão encontrar mesmo para atingir essas metas menos ambiciosas.

Incumpridores de promessas não há quem os valha. Nem o Gates nem o M.I.T. nem a Sonae.
Pura e simplesmente, não são pessoas credíveis nem capazes de honrar as suas próprias palavras.
Haddock