quarta-feira, fevereiro 15, 2006

A corrida laranja começou...

O PSD de Vila do Conde, apesar de nunca ter conseguido conquistar a Câmara Municipal, parece possuir uma fonte inesgotável de gente disposta a lutar e a conquistar esse objectivo. Ontem os militantes locais do PSD receberam na sua caixa de correio a apresentação de Pedro Brás Marques, advogado, Vereador da Câmara Municipal e ex-Director do Jornal Terras do Ave, como candidato à liderança da respectiva Comissão Política.
Num cuidada carta, o agora candidato deixa uma mensagem onde a palavra mais repetida é "União". Aliás, a intenção de unir todo o PSD local é tanta que candidato elegeu como lema da sua candidatura a máxima "A União faz a força".
Pela leitura do folheto, parece que Pedro Brás Marques avança com autonomia. Não refere o nome de rigorosamente ninguém, dando a entender que pretende avançar essencialmente por si e pelas suas ideias. Discordo completamente dele quando refere que o PSD ainda não conseguiu os seus objectivos por não estar "unido", embora compreenda que para qualquer candidato o apelo unitário é sempre um bom "leit motiv".
Acho, também, que Pedro Brás Marques avança muito cedo. Sabendo-se que o mandato da actual Comissão Política termina em Setembro, e Miguel Paiva já afirmou que o pretende levar até ao fim, o conhecido advogado mostra uma grande vontade em começar a "marcar o terreno" bem cedo. Finalmente, a carta aponta claramente o seu objectivo político e esse é, naturalmente, o de vencer as eleições autárquicas. Sobre a forma de o conseguir, a única pista clara é que o candidato fará uma oposição forte e incisiva.
A ver vamos se será o único a apresentar-se ou se irão aparecer mais listas.
Dupond