sexta-feira, fevereiro 24, 2006

«First Impressions on Earth», The Strokes


Para quem está com a memória em ponto morto, recordo que os The Strokes foram os ponta-de-lança do ressurgimento das banda de guitarras, que permitiu o aparecimento de muita coisa boa como The Killers ou Franz Ferdinand. Após “Is This It”, um primeiro álbum inventivo, os The Strokes vieram com o brilhante “Room on Fire”. Quando aguardava, com razoável expectativa, o novo trabalho, eis que a banda resolve mudar para ficar no mesmo lugar. É que “First Impressions on Earth” não traz rigorosamente nada de novo e, pior, parece ter caído na moda de ir buscar influências ao passado musical mais ou menos recente – técnica a que os Belle & Sebastian também recorreram para o novo “The Life Pursuit” e de que falaremos um dia destes.
O disco até começa bem com “You only live once”, mas a segunda faixa, “Juicebox” parece uma melodia que os Franz Ferdinand terão esquecido em algum lugar e que a banda de Julian Casablancas, por sorte, encontrou… Não vou estar aqui a dissecar todos os cadáveres por onde os The Strokes andaram a alimentar-se, mas não posso deixar de falar de “15 Minutes”, uma perfeita “homenagem” aos The Pogues ou “Killing Lies”, a evocar U2…
Será “First Impressions on Earth” um mau disco? Julgo que não se poderá chegar a tanto, mas, para quem quiser ouvir criticamente um disco, há vários considerandos a ter em conta. Criatividade, por exemplo, se for um deles, só poderá obter resposta negativa.
Dupont