segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Preocupante

Quem esteve ontem a assistir ao jogo de futebol entre o Rio Ave e a equipa da Figueira da Foz da Naval 1º de Maio saiu seriamente preocupado com o futuro próximo do nosso clube. Desde logo porque o futebol praticado pelo Rio Ave deixou muito a desejar. Na primeira parte parece que não havia interesse em vencer o jogo. A equipa contentava-se em ficar pelo meio campo não mostrando iniciativa nem determinação para se aventurar à procura de um resultado que lhe permitisse conquistar os 3 pontos que estavam em jogo. Pior do que isso, a nossa defesa esteve perfeitamente desastrada evidenciando a cada jogada do ataque adversário uma tremenda insegurança, que foi bem aproveitada pelo nosso adversário.
Na segunda parte a equipa mostrou mais alguma vontade em atacar. Fruto disso conseguiu beneficiar de 2 penalties. Infelizmente para nós, os atletas chamados a marcar as penalidades fizeram-no de forma absolutamente displicente, deixando assim escapar duas oportunidades de outro para dar a volta ao resultado.
Podem dizer que o falhanço de penalties é algo que pode acontecer mesmo aos melhores. É verdade, mas olhem que é muito difícil de aceitar que atletas profissionais, que não fazem mais nada além de jogar futebol, que se treinam diariamente e a quem se pedem escassos 90 minutos de concentração máxima a cada semana de trabalho tenham falhanços destes. Eu, como simples adepto não compreendo nem aceito.
Como resultado de tudo isto, lá voltamos a ter o Rio Ave com dois magros pontos de avanço sobre a primeira equipa que vai descer de divisão. Lembro que entre aqueles que neste momento estão nos lugares de descida conta-se a equipa do Vitória de Guimarães, que acredito vá recuperar fortemente nesta fase final do campeonato. Assim sendo, parece-me que há muito sérios motivos de preocupação para o futuro próximo do Rio Ave.
Dupond