sexta-feira, fevereiro 10, 2006

Um mundo à parte


Encontrei esta página sobre a Cidade do México. São vistas aéreas de uma cidade que já visitei, com algum pormenor, há treze anos. Já na altura, era uma megalópolis inacreditável. Ruas sem fim, milhões de pessoas sempre a circular, bairros de lata a perder de vista. Do aeroporto, o avião levantava voo e, cá em baixo, a cidade nunca mais queria desaparecia...Só visto, porque contado jamais se faz justiça à real dimensão da cidade.
Pelos vistos, a julgar por esta imagem, estão a construir zonas habitacionais com vivendas a baixo custo. É uma solução, mas será que não se conseguia nada um pouco mais humano? Como é que alguém consegue identificar a sua residência no meio de milhares de casas clonadas?
Dupont