sexta-feira, março 31, 2006

A arte de bem esconder

Ontem, 30 de Março, aterrou na minha caixa de correio o "Boletim Municipal de Vila do Conde", Janeiro/Fevereiro de 2006".
Numa coluna, logo na capa, explica-se que "ao encontro de sugestões e propostas entretanto recebidas, pensamos que é tempo de imprimir um novo estilo e desenvolver outras rubricas, sendo a mais notória alteração o facto de diexarmos de publicar agendas culturais e desportivas. Esta opção deve-se ao facto das informações se encontrarem facilmente nos locais habituais e terem ampla divulgação na imprensa e rádios locais".
Treta, claro. Como se pode ler logo no início deste post, o "Boletim" sai com quase três meses de atraso. Para que é que serviria, então, a dita agenda?
Depois, justifica-se o facto de passar a ser bimestral dizendo que tal acontece "por razões financeiras". Não duvido.
Mas há sempre o reverso da medalha: talvez, agora, com o dinheiro que se poupa com a não edição de seis "boletins", sobre algum para adquirir umas cadeiras e secretárias minimamente condignas para a Assembleia Municipal...
Dupont