quarta-feira, março 15, 2006

Cinema em crise

As causas de alguma crise no panorama cinematográfico, no que a espectadores diz respeito, é um tema recorrente aqui n'O Vilacondense, como os leitores habituais atestarão. Até sobre o ponto de vista local já abordámos o assunto.
Agora, surgiram os números globais para 2006 e o resultado não é nada animador, com uma descida de 9% no volume de receitas. A causa próxima foi o decréscimo acentuado nos mercados alemão e japonês. Mas o efeito da pirataria também é um dos factores a ter em conta (já aqui disso falámos), segundo Dan Glickman, da Motion Picture Association of America. É tudo verdade, mas apostaria também na qualidade dos filmes que a América (é do que se trata, no final de contas...) lança cá para fora. É quase certo que "só os adolescentes vão ao cinema" mas a verdade é que isso também se deve ao facto de cada vez mais Hollywood apostar em produtos que os tem como únicos destinatários. Em comparação, apesar de alguma crise, o mercado de DVD de séries de TV tem ganho terreno, o que não espanta, uma vez que os espectadores preferem ver uma série dramática com a qualidade de "Os Sopranos" ou "Donas de Casa Desesperadas", uma vez que têm a garantia de que irá ver uma boa história, bem contada - que é o fundamental. O que, no cinema, cada vez é mais raro acontecer.
Dupont