segunda-feira, março 27, 2006

No comments

Jerónimo de Sousa à "Pública" de ontem:
"O Mantorras é uma figura que entra no coração de qualquer benfiquista. Não há volta a dar-lhe. Ele conseguiu este fenómeno espantoso de uma grande empatia com a massa associativa e os adeptos do Benfica. Superou um processo doloroso relacionado com a lesão no joelho, entrou em momentos decisivos para o Benfica e criou este mito de resolver, "in extremis", as partidas. Mas isto não surgiu por causa dos golos que o Mantorras marcou. É a sua generosidade. Ele é um querido, passe o termo (...)".
Dupont