segunda-feira, março 27, 2006

«O Piolho» e a tertúlias


Após um longo período de obras, reabriu o "Piolho", um dos cafés mais emblemáticos da cidade do Porto. Local de paragem obrigatória para incontáveis estudantes e ponto de encontro para juristas a caminho do Palácio de Justiça, o "Piolho" marcou inúmeras gerações de académicos, que ainda hoje lá acorrem para matar saudades. A re-inauguração aconteceu a semana passada e contou com a presença de Carlos Brito, Paulo Morais e Germano Silva. (Imagem A Baixa do Porto).
As tertúlias, no Porto, continuam a crescer. Carlos Brito lidera a, talvez, mais conhecida, a do "Magestic", já que foi aí que teve o seu início. Os bloggers do Blasfémias estão lá quase todos, além de muita gente vinda do Grande Porto, Vila do Conde incluída, e de várias sensibilidades políticas.
Já agora: para quando o nascimento de uma tertúlia em Vila do Conde? Só é preciso um espaço, pessoas interessadas e interessantes, boa vontade e abertura de espírito. Os blogs já quase emulam essas reuniões, mas não há nada como the real thing. Alguém avança? Já agora, deixo aqui um repto:
"Abel Maia e Miguel Paiva,
Agora que V. Exªs estão "desempregados" e já que têm tanta estima um pelo outro, como parece resultar dos vossos escritos, que tal se unissem esforços e nos fizessem, a todos, um favor e marcassem, uma vez por mês, um restaurante, escolhessem um tema e telefonassem a uma dúzia de amigos?...
"
Faziam mais por este concelho do que podem imaginar...
Dupont