quarta-feira, março 22, 2006

O rio corre sempre para o mar...

"A Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) deixou caducar uma alegada dívida de IRS superior a 740 mil euros ao contribuinte António Carrapatoso, presidente da Vodafone Portugal", no DN.
Dupont