sexta-feira, abril 21, 2006

Santa Maria da Feira aqui tão perto...

Ainda a propósito das contas municipais, de que falámos aqui das nossas, vale bem a pena ver o que se passa na Câmara de Santa Maraia da Feira, onde as cores da oposição e do poder são as inversas de Vila do Conde:
«O Relatório e Contas da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, apresentado na última reunião do executivo, aponta para um passivo de funcionamento, incluindo o imobilizado a fornecedores, de 22 milhões de euros, mas o vereador da Oposição, Justino Pinto, lança dúvidas sobre uma verba de 30 milhões de euros que, embora conste no documento, não terá sido contabilizada no respectivo balanço.
Segundo as contas de Justino Pinto, esta verba, que está incluída no Mapa de Controlo Orçamental da Despesa como "compromissos assumidos em 2005 e por pagar", poderá não ter sido somada aos 22 milhões de euros. Neste caso, a dívida total será de 52 milhões de euros.
O vereador refere que, a confirmar-se este cenário, "a situação é preocupante". Explica que a soma dos valores em causa daria "para esgotar o Orçamento do corrente ano, caso este venha a ter o mesmo grau de execução do ano anterior".
A serem pagas estas dívidas, "a Câmara ficaria sem possibilidade suportar as despesas de funcionamento normal", adiantou.» No JN.
Ou seja: em Santa Maria da Feira, se a dívida for de 52 milhões, o PS local acha a situação preocupante, já que, pelos vistos, o Orçamento fica esgotado.
Em Vila do Conde, o passivo é de 91,7 milhões de euros, para um orçamento de 65 milhões. Por outro lado, a Câmara tem a sua capacidade financeira perfeitamente estrangulada. No entanto, o PS está longe de achar preocupante a situação...
Dupont