segunda-feira, abril 24, 2006

Somos amigos!?


Após uma qualquer tropelia, invariavelmente, o meu filho fita-me profundamente nos olhos e com um doce semblante pesaroso e suplicante, interpela-me: “somos amigos?!”.
Bobby Robson disse um dia que somente os adeptos do Liverpool são comparáveis aos do F. C. Porto: uns e outros apenas gostam do seu clube e de nenhum outro.
Estas frases vêem-me à memória sempre que, como aconteceu neste fim-de-semana, após mais uma das frequentes vitórias do F. C. Porto, os meus amigos que são adeptos de outros clubes me felicitam, concluindo invariavelmente, “antes o Porto que o benfica” ou “antes o Porto que o sporting”. Fico sempre com a certeza que é essa a forma que encontram para me transmitirem que também são, ao menos um pouco, portistas e que lamentam não o conseguirem ser plenamente, como verdadeiramente gostavam.
É difícil compreender como resistem à tentação, mas sinto que lhes devo uma palavra de encorajamento. Afinal até o meu filho, que é uma criança, rapidamente compreendeu que “somos amigos” e que não há nada que possa superar isso.
General Alcazar